Fórum de Agronegócios

Um campo a ser explorado

7 de outubro de 2016

Hoje, a agricultura brasileira representa 46% das exportações e 21,5% do PIB nacional. E atuar no setor pode ser uma ótima alternativa para os corretores que desejam trabalhar em um ramo promissor no mercado de seguros. Essa foi a indicação do “Fórum de Agronegócios“.

“O Brasil hoje é o primeiro produtor e exportador de açúcar, café, suco de laranja. Estamos muito bem situados no mercado agrícola mundial, o governo tem investido no Programa de Subvenção, e o seguro é um dos principais instrumentos de política agrícola”, explica Celio Porto, coordenador de políticas agrícolas do Instituto Pensar e membro da Frente Parlamentar de Agropecuária.

“Por isso, queremos neste painel justamente mostrar uma opção a mais para o negócio de vocês. Existem muitas oportunidades”, diz Álvaro Bucceroni, membro da Comissão Rural do Sincor SP.

Mas, atenção: para entrar nesse mercado, dado as muitas peculiaridades, é preciso estudar e entender bem o negócio. “É necessário persistência, é uma área complexa, mas que pode trazer importantes retornos”, diz Wady Cury, executivo do Grupo BB-Mapfre.

Foi o que fez David Elias, corretor de seguros e especialista em seguro rural, que atua na região de Ibiúna e tem o seguro agrícola como principal produto de seu negócio. “Não é do dia para a noite que se entra nesse ramo, mas tenho muitos amigos que estudaram e tiveram êxito. Tem muito campo para ser trabalhado”, afirma.

E essa situação pode ser comprovada pelos números. Em todo o Brasil, em um universo de cerca de 90 mil corretores, existem apenas 270 especialistas em seguro agrícola, com a grande maioria concentrado no Sudeste e Sul, sobretudo no Estado do Pará.

“Queremos ajudar os corretores a atuarem em todo o Brasil, devemos ensinar e aculturar os outros Estados”, afirma Antonio Americo de Aquino, coordenador da Comissão Rural do Sincor-SP. Para isso, a entidade planeja realizar seminários e treinamentos sobre o produto nas regiões em que atua.

Para Karen Regina Rodante, congressista da região de Araras, interior de São Paulo, e que também atua com seguro de animais de corte e de leite, o fórum foi muito importante por contar com painelistas de peso e tratar desse tema “que tem muito a ser explorado, mas poucos profissionais se especializando no ramo”.

 

Clique aqui para conferir as fotos da palestra